Páginas

5.7.10

Fui ver o Sol


Ontem, cansada da minha clausura, sai pra ver o Sol. 

Gostaria de fazer isso mais vezes. Sair com esse proprósito. Como num encontro marcado, ao qual não se pode faltar de forma alguma.

Eu fiz assim ontem. Entrei no meu carro, peguei estrada, busquei um horizonte, o mais aberto que pude encontrar, para que nada pudesse atrapalhar meu momento particular com o astro rei!

E ele se pôs lá no horizonte, todo lindo, magnânimo, cheio de esplendor! Ele foi se colocando atras da serra, e foi sumindo, sumindo, sumindo... por fim a serra tornou-se um vulto, emoldurado com um céu todo avermelhado!

Maravilhoso!

E eu ali, parada na beira de uma estrada, assistindo aquele espetáculo, que a maioria das pessoas sequer percebiam. No rádio, para completar tocando som de Cassia Eller!

Isso vai se repetir, prometi.

Branca

4 comentários:

Blog Lomadee disse...

Olá Branca!

Parabéns pelo blog!

"E ele se pôs lá no horizonte, todo lindo, magnânimo, cheio de esplendor!"
Ótimo texto.

Blog Lomadee.

Mateus Britto disse...

Bom ler suas reflexões, pois me faz pensar muitas vezes o que deixo passar.

"Viver não tem motivo sem sentir a intensidade que ela nos propõe".

Jacaré Molhado disse...

Faça isso sempre! ;)
Um santo remédio!

Lis Bruna disse...

nossa *-* adorei o texto muito lindo mesmo =DD