Páginas

3.4.11

Um dia ... um quintal

Um dia eu já tive um quintal.
Um quintal lindo!!!
Com árvores frutíferas, flores perfumadas, borboletas mil, passarinhos alegres.
Banquinhos debaixo da jabuticabeira.
Sentávamos ali e ficávamos ouvindo o canto dos pássaros. Saboreávamos os doces frutos da jabuticabeira, laranjeira, pitangueira, do pé de acerola, da mexeriqueira, do jambeiro, das ameixeiras, etc.
Eu podia passar um milhão de tardes naquele lugar de tão especial que era.
Era o lugar mais gostoso de nossa casa!
Hoje se tornou um depósito de lixo e entulho.
Destruíram meu lugar especial.
Destruíram meu recanto tão agradável.
Hoje é só sujeira, lama, lixo.
Hoje tudo aquilo se perdeu. Cortaram minhas queridas arvores, Pouco a pouco, destruíram tudo.
A jabuticabeira que ainda resiste a tudo, já não tem mais aqueles agradáveis banquinhos debaixo dela.
Hoje ela está afundada em entulhos por todos os lados.
Eu me entristeço no fundo da alma quando vou lá e sei que ela está triste também.
Ninguém mais suporta aquele lugar.
Eu sinto como se tivesse sido roubada. Roubaram a minha alegria.
Sequer posso reclamar. De nada adianta.
Posso apenas entristecer-me.
Entristecer-me e sentir saudades do meu lugar especial. Pois não me entendem. É como se todo aquele entulho fosse muito mais necessário.
Quem se importa com o que penso ou acho de tudo isso?
Não tenho esse direito. Sou como um nada. Morri.
É isso. Estou morta. Portanto ninguém me vê, ninguém me ouve, ninguém se importa com meus sentimentos.
Quando falo me ouvem, mas não me escutam. São apenas tolices.
Deve ser assim que se sentem as almas que voltam na terra e vêem as coisas que lhe eram tão caras jogadas, destruídas, desprezadas.

by Branca - Todos os direitos reservados


postada originalmente em 22/04/09

50 comentários:

× ㅤfaabi disse...

Deve ser assim que se sentem as almas que voltam na terra e vêem as coisas que lhe eram tão caras jogadas, destruídas, desprezadas. [2]'

to sem palavras cara ; perfeito , perfeito (:
vou seguir o blog , ta de parabéns ;*

A menininha disse...

Ahh, é triste ver pedaço da nossa história assim...

JaCoNa disse...

Bem... eu num acredito em almas nem em reencarnação... axo que jah eh bastante dificil ver em vida, aki e agora oq os homens estão fazendo c/ o que nos restou de mundo... vai acabar num restandu nd nu final =//

bju

triice mayumi disse...

Ninguém ouve ninguém e todo mundo finge que escuta, para mim, o incio do texto é como a descrição de uma utopia, algo celestial, um paraiso, que já existiu um dia, mas insistimos em destrui-lo rapidamente.
Beijos.. :*

Pelirroja disse...

Branca, adorei o seu blog e este texto.

Li a primeira frase e logo lembrei de mim mesma. Eu já tive um quintal, hoje não tenho mais, nem as árvores, nem os bichos... Pois moro em um "apertamento". Hihi.

Mas ao continuar ler, cada frase se revelou com tanta sensibilidade. Uma bela metáfora sobre coisas especiais que temos em nossas vidas e que são tiradas de nós. Às vezes por acontecimentos da vida, às vezes por pessoas ao nosso redor... Mas nada adianta reclamar. Volta e meia me sinto como você.

Parabéns pelo dom de escrever e encantar.

Beijos e uma ótima sexta. ;-)

Ah, estou te seguindo.

Ronaldo Souza disse...

boa postagens, acredito em almas.Deve ser muito triste ver as coisas nossas destuidas...... Vlw pelo texto, perfeito. Sucesso

Junior disse...

Que texto lindo...
quando eu morrer e viesse dar uma visita na terra e nada estivesse como eu teria desejado, eu ficaria mega triste
principalmente se nao realizacem os meus desejos que eu tive antes de morrer

Lara Sousa disse...

Liindo poema, mas eu particularmente acredito que as almas não voltam a terra, ficam no seu descanço enterno, e quando voltam tem uma missão tão nobre que os bens materiais nem importam mais;

beeijos

cau disse...

que lindinho esse texto, me faz lembrar a minha infacia, so que ao inves de jabuticabeira, era uma goiabeira!


;*

Ugly Dréh disse...

claro... coment retribuidissimo, adorei seu blog e as imagens... afin d uma parceria, c me linkar me avisa


bjoOs e boa madruga p senhora
http://drehosbourne.blogspot.com

Jean B. Pimentel disse...

eu ja tive um refugio utópico assim e ele tb foi destruido, eu consigo sentir o q vc quiz dizer com seu texto, bem legal

PS: respondendo ao teu comentario, não é tao ruim assim, nós podemos nos acostumar com coisas piores. Valeu pela visita e vote sempre

http://confissoesdamadrugada.blogspot.com/

Sóda Games disse...

Parabéns pelo seu talento e pelo blog.
Roubaram o seu lugar, vamos construir um lugar melhor para todos se recrearem. Abraços

Otimização de recursos e serviços.
http://menosbits.blogspot.com/
O jeito inteligente de se usar a internet.

JaCoNa disse...

Texto mtuuu fofu! xD Lindu ;)Parabéns xD

Abóboras ao Vento disse...

Oi, Branca! Obrigada por retribuir a visita!

Beijos! ;)

Inez disse...

Lendo seu texto lembrei e deu saudade de uma casa que morei, não tinha quinal muito grande, mas tinha plantas aos montes.
Obrigada pela sua visita em meu blog.

Ugly Dréh disse...

vou linkar a senhorita essa noite okays, quando for atualizar lembra d me linkar [=

Jader Araújo dos Santos disse...

Seu texto é o máximo. Ele é facil e é muito interessante e legal. Chega a dar até uma reflexão!


Abs
PLANO B!
http://pontocriticocultural.blogspot.com/

Jader '

Junior disse...

Branca eu peço um trilhao de desculpas pelo tamanho da letra
prometo que hj mesmo irei mudar o tamanho de todos os capitulos e espero vc sempre la, eu irei acompanhar seu blog, mto orbigado por ter falado
http://condomniobabilnia.blogspot.com/

ovolumeunico disse...

Super importante levar essa reflexão a quem ta lendo!

veja tbm
www.ovolumeunico.blogspot.com

Preclusão disse...

Destroem nossos jardins porque pisam na grama e não falamamos nada e quando assustamos tudo já se foi....
-
Aconselho ver o clipe chamado "Question!" disponível no youtube, da banda System Of a Down creio que retrata bem essa realidade....

!ex disse...

belo texto, blog muito bom tb!
continue !
abs

http://deposito66.blogspot.com/

dh disse...

Obrigado pelo elogio! Seu blogue também é maneiro :)

Apesar de ser meio triste, gostei do post.

Amante das Flores disse...

Que maravilha! Ver alguem dizer coisas que vai na alma de tantos de nós, com tamanha coerência, com tanta lucidez.
Eu bem conheço, ou melhor conheci este quintal. Eu mesma ajudei a construí-lo. Não posse esquecer aquele toco, onde juntas, você e eu, sentávamos para saborear, muitas, das várias frutas ali cultivadas com desmedito carinho. Amei cada frase sua. Amei cada texto. Vi em cada um deles um pouco de você. Parabens por este jeito tão coerente de dizer verdades que falam à alma de cada um de nós. Estarei sempre visitando o seu blog. Beijos.

Jééh disse...

que belo texto

indiraah disse...

Adorei esse texto!

Por que assim que comecei a ler, lembrei de minha infância,parecia que você estava descrevendo o quintal da casa de minha avó.Mas,hoje quando eu lembro daquele lugar mágico,parece que só restaram as cinzas de um "passado bom".
Enfim...lindíssimo!

=D

lperon disse...

seu blog é mágico, com versos trágicos, delicados, é tudo mto lindo aqui.
parabéns pelo seu blog e muito obrigada pelo seu comentario no meu, é exatamente tudo aquilo q vc me disse q eu estou buscando.
sorte para nós duas e sucesso.

lperon disse...

que pessoa hj em dia nao se encantaria com tanta beleza e vida... e ter q deparar com o lixo e a destruição... q ser humano nao se revoltaria? só aqueles q só se preocupam com o próprio umbigo.
queria ter um quintal desse ou pelo menos lembranças assim para guardar.
Não posso deixar de agradecer o seu comentario no meu blog, vc disse exatamente tudo aquilo que eu espero acontecer. Boa sorte para nós.

LLoS disse...

hehe..
gostei do post..

123pontinhos esteve aqui
;DD

Ri disse...

Parabens pelo blog!!! vc escreve mtu bem, o jeito que vc escreve, até eu fiquei triste pelo quintal!!!
São poucas as pessoas que dão valor as pequenas coisas da vida!!!
Continue assim

Braz
obs: valeu post no meu blog

PaTi disse...

Nelson Rodrigues? Fiquei lisonjeada!
Obrigada pela visita! Volte sempre!

Portal Meira disse...

Sei que tem um blog, então aí vai a promoção!
-
Você acha incomodo não ter um domínio próprio e ter que ficar digitando o discriminado "blogspot.com"?
-
Então é hora de participar da promoção para ter um domínio ao melhor estilo: www.meunome.com !
-
Para tanto, basta participar de uma promoção para blogueiros, maiores detalhes no link abaixo:
http://preclusao.blogspot.com/2009/04/como-ganhar-um-dominio-proprio.html

Bê Sant Anna disse...

Branca, também adorei a visita.
O primeiro quintal é o interno. Dele cuidamos primeiro.
Como diz o sábio, não corremos atrás da borboleta, cuidamos do nosso jardim...
;)
Volte sempre, volto sempre.
Bê ijos

Bê Sant Anna disse...

Adorei a visita também, branca.
Cuide primeiro do quintal interno. Como consequência, o do lado de fora agradece...
é como diz o sábio: não corremos atrás da borboeta. Cuidamos do nosso jardim.
Seja bem vinda, vote sempre; volto sempre.
Bê ijo

PaTi disse...

Branca!
Quero o artigo sim!!!
hahahahaha
Beijão!!!!

in the zone disse...

Deve ser assim que se sentem as almas que voltam na terra e vêem as coisas que lhe eram tão caras jogadas, destruídas, desprezadas. [3]

Esse texto eeu interpreto de algumas maneiras diferentes. Posso ve-lo tbm muito pelo meu lado pessoal.
O meu quintal, pode ser substituido por coisas e coisas...realmente lindo o que vc escreve.

parabens.
de verdade.

Eduarda Duarte disse...

Primeiramente quero agradecer sua visita ao meu blog.
Em segundo, digo que fico feliz de estara aqui e ler seu artigo, já que a amaiorai dos blogs possuem conteudos tão banais.
Mas feliz ficaria se as pessoas conseguisse entender a importancia que essa mensagem passa né?!
Pena não ser assim.

Adorei floor!
beijoos

http://papoantenado.blogspot.com/

Jonh ST disse...

Realmente muito bom seu blog, e um ótimo post.

agradeço pela visita ao meu blog, espero que tenha gostado e que volte a visita-lo sempre que puder.

Vou add seu blog aosfavoritos e sempre passar pro aqui ver novos posts =]

RAFAEL DIAS FERNANDES disse...

que isso seu blog é muito melhor que o meu eu sou só um aprendeis aqui mais fikarei muito contente de olhar seu blog de pertinho beijos a pertinho modo de dizer não leve a mal

Rá-Fael. disse...

Gostei de tudo aqui!


Obrigado pelo comentário no Blog!

BESTEiRENTO disse...

cara, mto bom esse texto
mto bem escrito
parabens mocinha
abraço e boa sorte ai!

Mr. Britto disse...

Impressionante o decorrer do texto. Poucas pessoas constroi um desenvolvimento textual dessa forma.

Parabens, ótimo mesmo!
Tão profundo que me senti personagem, apesar de que é desse tipo de texto que gosto.

Meus pequenos poemas disse...

Parabéns linda!

Adorei seu blog. Esse poema é lindo. Tem dias que nossos pensamentos parecem nos engolir, olhamos em volta e sentimos no ar aquele gosto saboroso pelo que passou, é uma história deixada para trás, essa pela qual todos gostariam de rever, é o tempo passado dando lugar a um novo tempo.

Amei seu blog, já faço parte dele, espero que possamos dividir nossos pensamentos. bjos Raquel.

Jonathan disse...

Nossa Branca. Que triste isso. Eu faria um escândalo eu berro! Lute por aquilo que queres bem ;) Beijocas.

arash gitzcam disse...

SOu só mais um aqui comentando, mas gostaria mto de se ro seu novo jardim. É tudo aqui na terra. Abraço.

Ricardo Pato disse...

Infelizmente nos dias de hoje, podemos morrer de muitas formas....Há muitos "mortos-vivos" e não nos damos conta disso.

Lindo texto...e cada vez melhor

"sempre melhor que ontem, e pior que amanhã"


Brazz

meus instantes e momentos disse...

gosto de voltar aqui,lindo teu blog.
Bom de ler, de ver, de escutar.
Gosto daqui.
Tenha uma feliz noite.
Maurizio

Anderson Dias, Ander, Andermaster disse...

Profundo isso heim, realmente qdo algo que temos um carinho a mais é destruído de fato ficamos inteiramente entristecidos.

Força para seguir adiante é ncessário.

belo texto flor!

bjos e paz!

O mundo de cada um disse...

Eu não falaria de almas, eu penso as vezes se Deus descesse para ver de perto o que estamos fazendo com a moradia oferecida po Ele, como Ele ficaria, acho que muito triste.

Lucas Assunção disse...

Senti verdade no seu texto. Penso que e pouco tempo, se eu não vigiar, seus versos se confundirão em minha realidade e, talvez, eu já não saberei se vivi, se sonhei ou se li tuas palavras. O que senti foi real.
Parabéns.

Zainer Araujo disse...

Espero que esse jardim tenha renascido nem que seja em outro lugar. De qualquer forma se precisar de uma ajuda eu levo a vassoura, a pá, umas boas mudinhas e um bom vinho pra rirmos de quem teve o mau gosto de pisar no jardim ou de qualquer outra coisa.