Páginas

9.3.10

Riso Triste

Hoje me dá vontade de rir
Mas é um riso triste
Nem tentem entender
Porque nem eu sei a explicação
Acho que vou rir do vazio
Acho que vou rir da minha teimosia
Ou talvez eu ria apenas de mim mesma
Porque, apesar da minha alegria
Ainda cala na boca um riso triste
Porque o riso alegre é vazio
E o riso triste está cheio
Cheio de dor
Porque o riso alegre é fútil
E o riso triste é o que nunca vai embora
E o riso alegre é apenas a soma de ilusões
Em que você crê?
Nesse sopro insensato de vida?
Dor contundente
Tudo perda
Ilusão perene
Visão cega e bruta
Luz que turva os olhos
Sonhos diáfanos que se obscureceram com o peso da realidade
Com o peso do cotidiano
Existência vã
O que me falta?
Se antes faltava
E antes faltava
E antes também faltava
E agora continua faltando
Falta para mim o mesmo que falta para você
Porque as pessoas têm medo
Porque as pessoas se defendem de tudo
Não podem mais crer
Nem no amor
Nem nos sonhos
Acabo descrendo
E por assim ser
Acabo crendo que nada é real
Mas me consolo
Porque sei que
Para se crer em algo que valha a pena
É preciso antes deixar todas suas crenças
Serem levadas como por um rio
Serem lavadas com a água da chuva
Como quem se despe
E se olha e se vê pela primeira vez

Branca (09/03/2010)

11 comentários:

Ricardo Pato disse...

Ótimo texto, que me lembra Guimarães Rosa, pois sobreviver ñ basta, alem de tudo temos que nos deixar levar pelas emoções....e PIOR, temos de viver

Besos

Felicidade Clandestina. disse...

Puro e belo, como cada escrita aqui,me surpreendo sempre quando passo por aqui!Sabes poetizar divinamente sabias ?

''Para se crer em algo que valha a pena
É preciso antes deixar todas suas crenças
Serem levadas como por um rio
Serem lavadas com a chuva
Como quem se despe
E se olha e se vê pela primeira vez'' Ah e nos despimos e reinventamos um novo recomeço sempre... muito bom mesmo! amei o final , sempre belo, beeijos flor

Despautério.com disse...

Muito bonito! Seus textos tem muito sentimento, muito sangue! Parabéns mesmo, vou visitar seu blog sempre que possível

www.despauterio.com

Jean B. disse...

a dor e a tristeza com certeza tem uma cor mais forte em nossas emoções. Confusão e dúvida, o triste e o alegre, a ironia da luz criando sombras. Assim me pareceu seu texto e assim nós somos.

Rui disse...

"e que vc descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero" rs

acho que ainda prefiro um riso alegre a um riso triste
o riso alegre é vazio, e nos mostra que precisa buscar algo; o triste é com dor, nos faz sofrer mais do que devemos
é, sempre nos falta algo, estamos sempre querendo algo
é preciso acreditar em algo; pra algo novo vir é preciso que algo velho se vá
mas sempre acreditar

nao deixe de acreditar!!!

alguemmeouviu disse...

Adorei dua poesia e o layout do blog tá 10...parabéns! Bjo

Fabricio bezerra da guia disse...

texto bem melancolico(acho que essa é a palavra).Ele muito subjetivo tambem

bianca s. disse...

lindo blog, parabéns. To seguindo!

Matheus disse...

Ótima poesia, continue assim que o blog terá futuro
Abraços.

Pobre esponja disse...

A foto coaduna com o texto. Sorriso vem de dentro, muita gente passa uma idéia exterior de felicidade mas é uma ruína...

abç
Pobre Esponja

Davi Alves disse...

O que me falta?
Se antes faltava
E antes faltava


GENIAL FATOOO!!!, que poesia excelente devo adicionar nos favoritos e ler tudo o que resta aqui rs, poxa o que me falta se antes faltava e antes faltava, se sempre faltou , somos incompletos eternamente esta é a realidade, somos seres complexamente sem respostas, vivemos em um mundo totalmente vicioso, nos damos voltas e voltar e chegamos a ??? nada temos um Deus para crer, uma religiao pra seguir, e ai acaba tudo, a morte não tras resposta pra vc e sim pro morto que nao consegue dizer!!!



poxa que blog lindo na estetica e nas letras, visita laaa o meu e ve o que tu acha, a gente troca posts.

www.contemporaneoeindiscreto.blogspot.com